4 passos para avaliar e provar um vinho | LMH-Wines

4 passos para Avaliar e Provar um Vinho | LMH-Wines

Sabe como provar e avaliar corretamente um vinho? A questão aparece muitas das vezes quando o empregado de mesa pergunta: “Quem prova o vinho?”. As pessoas encolhem os ombros e aquele mais corajoso avança para realizar uma prova, muitas das vezes apenas a saber qual o ritual utilizado por profissionais mas não as questões mais técnicas.

Neste artigo iremos ensinar-lhe como provar um vinho. Só assim poderá descobrir as diferenças entre vinhos, quais os seus preferidos e, claro, aqueles que estão em condições de ser ingeridos.

4 passos para avaliar e provar um vinho | LMH-Wines

Enquanto está a realizar a prova de um vinho esta deve ser feita num copo incolor, transparente e de vidro fino. É importante segurar o copo pela haste pois só assim evita o aquecimento do líquido. Se quiser saber a que temperatura desta bebida deve ser servida, analise o rótulo pois muitas das vezes esta informação está descrita no mesmo.

O primeiro passo a realizar-se é, claramente, a observação.

Visão

Este processo permite-nos avaliar a claridade do vinho, a sua intensidade e a cor. Para facilitar esta análise, o copo deve ser inclinado e a observação feita de cima do copo.

4 passos para avaliar e provar um vinho | LMH-Wines

A claridade permite-nos perceber se estamos perante um vinho límpido ou turvo. Quando analisamos a intensidade, isto é, pálida, média ou profunda, pode indicar-nos o corpo e a estrutura do próprio. Ao analisarmos a cor que se divide em diferentes graus, consoante o tipo de vinho e podemos identificar a origem, a casta ou até mesmo o envelhecimento.

4 passos para avaliar e provar um vinho | LMH-Wines

Depois de ver e perceber que tipo de vinho se encontra diante dos nossos olhos, precisamos de cheirar.

Olfato

De todos os passos este é o mais complicado de compreender. Apenas verdadeiros profissionais conseguem identificar aromas que uma pessoa dita “comum” nesta área não consegue. Isto devido à sua experiência no ramo.

4 passos para avaliar e provar um vinho | LMH-Wines

No entanto, através do olfato conseguimos perceber a condição da bebida, se este é limpo ou não. É aqui onde tais defeitos poderão ser encontrados. Conseguimos também perceber e analisar a intensidade, se é ligeira, média ou pronunciada. Um vinho muito aromático, por norma, terá uma intensidade muito pronunciada. Por fim, através do olfato conseguimos distinguir as características do aroma, se possui frutas, flores, especiarias, madeira, entre outros.

4 passos para avaliar e provar um vinho | LMH-Wines

De seguida, iremos então provar o dito cujo, a parte que todos preferem.

Paladar

Ao provar um vinho uma pessoa consegue então distinguir as mais variadas características.

4 passos para avaliar e provar um vinho | LMH-Wines

Comecemos pela acidez. Para perceber se a acidez é baixa, média ou alta, tente perceber o tempo que fica a salivar depois de ingerir o vinho. Quanto mais salivarmos, mais acidez tem o vinho.

De seguida, tente analisar os taninos. Estes estão presentes na grainha da uva e consegue distinguir entre baixo a alto se notar que a sua boca fica mais seca, quase uma sensação de “encortiçar”.

Chegado a esta fase, é tempo de avaliar o corpo do vinho. Normalmente um vinho com muito corpo dá-nos a sensação de boca cheia e muita intensidade. Se o vinho tiver um corpo mais ligeiro sentimo-lo mais leve e delicado.

4 passos para avaliar e provar um vinho | LMH-Wines

Depois deste processo, está em condições de identificar as características do sabor, isto é, ao que lhe sabe aquele vinho em específico. A fruta, flores, especiarias, madeira…? E o final? Quando ingeriu o vinho o sabor prolongou-se na boca? Então pode dizer que o final de boca foi longo. O contrário também se reproduz.

4 passos para avaliar e provar um vinho | LMH-Wines

Está pronto para a Prova do seu Vinho?

Posto este ritual de prova de vinhos, está pronto para tirar as suas próprias conclusões.

Conclusões

As conclusões não são nada mais, nada menos do que a classificação da qualidade do vinho provado, numa escada que vai de defeituosa a excelente.

Claro que para perceber os aromas e sabores de que lhe falamos o importante é treinar a sua prova. Estes sentidos treinam-se e, quanto mais treinados, mais sensíveis irão ficar podendo assim mais facilmente identificar os mais diferentes sabores.

4 passos para avaliar e provar um vinho | LMH-Wines

Vinho Português – As Regiões Vinícolas de Portugal

Já conheçe os vinhos LMH-Wines? Clique aqui.

LMH-Wines

Siga-nos no FacebookInstagram e no LinkedIn para conhecer mais vinhos e produtos da LMH-Wines. Subscreva a Newsletter e não perca as nossas novidades mais exclusivas.

TOP