Vinho e Queijo: Uma harmonização intensa

Vinho e Queijo: Uma harmonização intensa

Vinho e queijo são dois produtos que nasceram para harmonizar um com o outro e, o melhor desta conjução, há gostos para todas as pessoas! Se seguirmos algumas dicas e indicações, o resultado final pode ser bem surpreendente.

O queijo e o vinho possibilitam um sem-número de “casamentos” felizes, bastando, para tal, que a escolha de qual acompanha qual seja feita com algumas regras. Antes de mais, é importantíssimo que o sabor do queijo não se sobreponha ao do vinho e vice-versa, mas há outros passos a ter em conta quando se quer servir queijos e vinho.

Loja LMH-Wines

Um dos erros mais comuns é o de colocar queijos de massa mole no frigorífico, como o queijo da Serra, por exemplo, e não os retirar com alguma antecedência antes de os consumir. Posto isto, coloque os queijos (separados uns dos outros) sobre madeira ou pratos de vidro ou porcelana, tendo o cuidado de disponibilizar uma faca para cada qualidade.

Ao longo deste artigo iremos destacar os diferentes tipos de queijo e quais as melhores formas de os servir, se pretender então acompanhar com um belíssimo vinho.

Queijos Frescos

Queijos frescos vão harmonizar com vinhos brancos leves e secos, de aroma frutado. Estão neste grupo queijos como os mozarella ou os queijos de cabra nacional, por exemplo.

Queijo Fresco

Acompanhe estes queijos com vinhos que possuam a casta Alvarinho, ou Sauvignon Blanc, por exemplo. Se pretender, também poderá escolher um rosé leve ou um bom espumante.

Queijos de Massa Semidura

Neste separador falamos de queijos como o gouda ou o emmental.

Queijo Gouda

A opção que harmoniza melhor com estes são, sem dúvida, vinhos brancos aromáticos. Recomenda-se com este queijo vinhos leves, ácidos e frutados, no entanto, poderá também acompanhar com um vinho tinto leve produzido com a casta Pinot Noir.

Queijos de Massa Dura

Neste segmento destacam-se queijos como o parmesão, por exemplo.

Queijo Parmesão

Aqui poderá harmonizar com vinhos tintos que apresentem estrutura e taninos como qualquer vinho que possua a casta Cabernet Sauvignon ou Syrah.

Queijos da Serra

Um dos queijos com mais procura a nível nacional é, sem dúvida, o queijo da serra.

Queijo da Serra da Estrela

Poderá então acompanhar este tipo de queijos com um vinho da Madeira, no entanto, também harmoniza muito bem com um vinho do Porto de colheita tardia.

Queijos Azuis

Igualmente com um sabor bastante característico e forte, os queijos azuis incluem produtos como o stilton ou o gorgonzola, por exemplo.

Queijo Azul

Os melhores parceiros para este tipo de queijos são os vinhos da madeira e os vinhos do Porto vintage. Se optar por um vinho muito tânico tenha cuidado pois poderá ir de encontro com o sabor salgado do queijo criando um sabor desagradável no paladar, algo que vinhos mais doces não poderão fazer.

Queijos de Meia Cura

Quando falamos de queijos Meia Cura pretendemos falar de queijo cheddar ou brie, por exemplo.

Queijo Cheddar

Este tipo de produtos já pede um vinho branco mais encorpado, com estágio em madeira, de preferência que possua castas como Chardonnay ou Viognier. Pode também optar por um tinto mais leve, como o Pinot Noir.

Para uma harmonização entre queijos e vinhos bem sucedida, devemos analisar as propriedades organolépticas da bebida e do alimento. Características de cada queijo combinadas com as notas aromáticas do vinho irão criar um momento simplesmente irresistível.

Variedade de queijos

No geral, o espumante tem acidez e frescura para a maioria dos queijos, com exceção dos azuis. Isso também serve para os Rosés. Considerado o joker dos vinhos, o Rosé vai bem com a maioria dos laticínios. Os de cor clara com queijos mais leves e os mais escuros com queijos de sabor mais forte.

Na linha dos Brancos há uma enorme variedade de estilos que combinam com queijo. Desde os com muita acidez até os naturalmente doces. Essa multiplicidade faz do vinho branco o melhor parceiro para o queijo.

Vinho e Queijo

O vinho tinto, por mais que seja presença garantida em uma noite de queijos e vinhos, nem sempre é a melhor opção. O vinho tinto pode criar um efeito desagradável de sabores. Ou seja, um sabor se apoiar no outro, criando uma sobreposição e não uma harmonização.

Siga-nos no FacebookInstagram e no LinkedIn para conhecer mais harmonizações de Vinho e Queijo. Subscreva a Newsletter e não perca as nossas novidades mais exclusivas.

TOP
    0
    Carrinho
    Carrinho está vazioVoltar à Loja